Forum ViSiBLe

Bem Vindo
Se registrares neste fórum, podes fazer parte da nossa comunidade.Prezamos aqui pela participação ACTIVA de cada membro.


Atençao: Nao precisa Confirma a sua conta no hotmail (Basta Registrar e Começar a participar do forum.)
Precisamos de administradores e moderadores!! Clique Aqui!

Anuncio


    Historia do wow Parti 3

    Compartilhe

    Evel
    Coordenador
    Coordenador

    Número de Mensagens : 300
    Idade : 22
    Localização : Tramandai
    Agradecimentos Agradecimentos : 11
    Data de inscrição : 02/03/2010

    Historia do wow Parti 3

    Mensagem por Evel em 9/21/2010, 20:53

    Kil'jaeden e o pacto Shadow
    Por volta da altura do nascimento de Medivh em Azeroth, Kil'jaeden O Enganador juntou e conspirarou com os seus seguidores em Twisting Nether. O senhor dos demônios, sobre ordens de seu senhor, Sargeras, conspirou a segunda invasão da Burning Legion. Nesta altura erros não eram tolerados. Kil'Jaeden chegou à conclusão que precisava de uma nova força para enfraquecer a defesa de Azeroth antes que a Burning Legion voltasse ao mundo. Se as raças mortais, como os Night Elves e Dragões, fossem forçados a conterem a nova ameaça, eles estariam demasiado fracos para se oporem quando a verdadeira invasão da Burning Legion chegasse.
    Foi nesta altura que Kil'Jaeden descobriu o mundo de Draenor flutuando pacificamente no Great Dark Beyond. Casa dos Orcs shamãns e dos pacíficos Draenei, Draenor era muito vasto. Os nobres clãs de Orcs ocupavam as abertas planícies e caçavam por desporto, enquanto que os Draenei construíam cidades perto dos precipícios e picos. Kil'jaeden viu que os cidadãos de Draenor tinham grande potencial para servir a Burning Legion se eles fossem manipulados corretamente.
    Das duas raças, Kil'jaeden viu que os guerreiros Orcs eram os mais susceptíveis à corrupção da Burning Legion. Ele manipulou o velho shaman Orc, Ner'zhul, como Sargeras tinha feito à Rainha Azshara eras atrás. Usando o genial shamãn Ner'zhul como sua ligação, rapidamente a raça espiritual se transformou em numa raça sediosa de sangue e de batalhas. Kil'jaeden incentivou Ner'zhul e o seu povo a dedicarem-se inteiramente à morte e guerra. No entanto o velho shamãn, sentindo que iria escravizar o seu povo e leva-los a ódio para sempre, resistiu de alguma forma ao comando do demônio...
    Frustrado com a resistência, Kil'jaeden procurou por outro Orc que entregasse o seu povo à Burning Legion. Kil'jaeden encontrou o discípulo que procurava: o seu ambicioso aprendiz, Gul'dan. Kil'jaeden prometeu a Gul'dan poder em troca da sua obediência incontestável. O jovem Orc tornou-se estudante de magia demoníaca e tornou-se num dos mais poderosos warlocks da história. Ele ensinou jovens Orcs os segredos das artes e lutou para erradicar as tradições dos Orcs shamãs. Gul'dan mostrou uma nova magia para os seus seguidores, o terrível e novo poder que exaltava destruição.
    Kil'jaeden, procurando segurar as rédeas dos Orcs, ajudou Gul'Dan a fundar o Concelho Shadow, uma seita secreta que manipulava os clãs e espalhava o uso de magia dos warlocks por Draenor. Com a crescente adesão dos Orcs às magias dos warlocks, os pacíficos campos e rios de Draenor começaram a escurecer e a desaparecer, deixando um solo negro. As energias demoníacas estavam a matar lentamente o mundo...
    O aparecimento da Horde
    Os Orcs tornaram-se agressivos sob o comando de Gul'dan e o seu concelho Shadow. Eles construíram arenas massivas onde os Orcs afinavam as suas habilidades em combate. Durante este período, alguns chefes de clãs falaram contra o crescimento da raça. Um desses chefes, Durotan do clã Frostwolf, avisou que os Orcs estavam a perder-se na fúria e ódio. No entanto, as suas palavras não foram ouvidas devido à subida de chefes de clãs como o Grom Hellscream a campeões da nova era de poder militar.
    Kil'jaeden sabia que os Orcs estavam quase prontos, mas ele precisava de ter a certeza da sua lealdade. Em segredo, fez com que o concelho Shadow invocasse Mannoroth O Destruidor, o verdadeiro veículo de destruição e fúria. Gul'dan chamou os chefes dos clãs e convenceu-os que ao beberem o sangue de Mannoroth seriam praticamente invencíveis.
    Liderados por Grom Hellscream, todos os chefes dos clãs exceto Durotan beberam o sangue de Mannoroth e ficaram para sempre escravos da Burning Legion. Com o crescer do poder devido ao sangue de Mannoroth, os chefes estenderam a sua subjugação aos seus parentes.
    Consumidos pela maldição do sangue, os Orcs procuraram libertar sua fúria em todos os que os opusessem. Sentindo que o tempo chegara, Gul'dan unificou os clãs de guerreiros numa única e imparável Horde. Contudo, sabendo que os vários chefes como o Hellscream e Orgrim Doomhammer iriam procurar a supremacia completa, Gul'dan preparou um Warchief que controlaria a Horde. Blackhand, O Destruidor, um Orc cruel e sem escrúpulos, foi o escolhido. Sob seu comando a Horde atacou os pacíficos Draenei para se testarem.
    Após alguns meses, a Horde tinha erradicado quase todos os Draenei que viviam em Draenor. Só uma pequena resistência conseguiu evadir-se da intensa ira dos Orcs. Contentes com a vitória, Gul'dan revelou o poder e grandeza da Horde. No entanto sabia que sem inimigos com quem lutar a Horde acabaria por se consumir a ela própria em guerras infindáveis...
    Kil'jaeden sabia que a Horde estava finalmente preparada. Os Orcs eram agora a maior arma da Burning Legion. O astuto demônio partilhou o seu conhecimento com o seu mestre que ainda esperava, e Sargeras concordou que o tempo de vingança tinha finalmente chegado...

      Data/hora atual: 12/4/2016, 11:15